Qualidade de Vida e infraestrutura nas periferias

: Investir em moradia e infraestrutura de acesso para as periferias. Expandir para todas as regiões da cidade os serviços essenciais como Coleta de Lixo, Saneamento Básico, Pavimentação Asfáltica e Mobilidade Urbana

Regionalização da zeladoria urbana, hoje centralizada na SGM.

Superar o determinismo do desenho urbano curitibano

  • repensar o desenho da cidade/da mobilidade urbana (trânsitos / trajetos)

Investimentos de médio e longo prazos na cidade, não apenas para a próxima gestão. Pensar nos próximos déficits de infraestrutura que serão iminentes, e estabelecer os alicerces para suas soluções: coleta de lixo, saneamento básico.

Ressalte-se: mobilidade urbana não se trata apenas de transporte público. Mas também de transporte e mobilidade adequados a PCDs (baixa visibilidade, cegos, baixa estatura, cadeirantes etc.).

Pensar no cicloativismo e nas ciclovias (e não apenas ciclofaixas) como formas de investimento de melhoria em mobilidade urbana e também investimento em saúde (preventivamente, assim como redução de gastos na saúde pública, devido à redução do número de acidentes).

1 comentários On Qualidade de Vida e infraestrutura nas periferias

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.

Site Footer