Declaração de amor a Curitiba

Essa semana ao conversar com um amigo sobre a inauguração do Cine Passeio, fiz um comentário que morei naquela região por cerca de 10 anos, logo que cheguei à capital paranaense.

Lembrei-me os passeios que fiz a pé pela cidade, em todos horários e climas possíveis e reafirmei uma certeza: Curitiba é linda!

Quem já viu o pôr-do-sol no Museu do Olho (tá, eu sei que não é um olho é uma bailarina, sei que o Museu se chama na verdade Oscar Niemayer, mas como todo curitibano, o chamo assim e ponto) sabe do que estou falando.

Aos que já notaram maritacas voando e gritando em bandos na Praça Santos Andrade, também o sentimento é comum.

Os que já gastaram lentas e frias tardes nos deliciosos cafés espalhados por toda cidade, certamente fazem eco ao que digo.

Se você já aproveitou o céu azul e frio para passeios em algum dos muitos parques encravados na cidade, também concorda.

Cada um desses (e outros) pontos de encontro são  parte do cenário curitibano, e que tornam a capital do Paraná uma cidade acolhedora, agradável e linda.

Não digo que nossa cidade é perfeita, como qualquer grande cidade do mundo tem seus problemas que devem diariamente ser enfrentados para melhorar a qualidade de vida dos que aqui vivem.

Mas hoje é aniversário de Curitiba e escrevo essa carta como uma declaração de amor à cidade que me acolheu e deu todas as oportunidades para ser feliz, afinal é isso que importa na vida, ser feliz.

Curitiba me faz feliz, nada mais justo do que desejar à esta cidade um feliz aniversário.

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.

Site Footer